DONORS-Estratégias para otimizar a assistência aos potenciais doadores

Este projeto objetiva avaliar a efetividade de estratégias para aumentar a doação de órgãos em todo o Brasil. As estratégias têm dois objetivos: a) diminuição da taxa de recusa de familiares para doação e b) diminuição dos casos de parada cardiorrespiratória em paciente com morte encefálica.
No Brasil, doação de órgãos 50% inferior em relação aos países desenvolvidos. Principais motivos: recusa familiar da doação e a parada cardiorrespiratória no potencial doador.
O projeto está sendo desenvolvido pela equipe do Centro de Terapia Intensiva do HMV e serão envolvidas 60 UTIs de todo o Brasil e 1200 potenciais doadores.